Os conteúdos expostos nesta página não têm fins lucrativos. Tem como único objetivo defender a inocência de Michael Jackson.

quarta-feira, 27 de julho de 2011

LIVRO REDEMPTION - PRÓLOGO

No verão de 1993 eu era a única secretária jurídica que trabalhava para Barry Rothman, o advogado que representa o pai do menino de 13 anos que acusou Michael Jackson de abuso sexual infantil. Estou vindo para dar um relato fiel dos acontecimentos que levaram às acusações de abuso sexual infantil. Eu também quero lançar luz sobre os fatos que cercam o caso. Eu sinto que é hora de o mundo saber o que eu sabia o tempo todo sobre as alegações de abuso infantil contra Michael Jackson. A verdade vai falar por si.
Redenção traz alavanca para a alegação de abuso sexual infantil, uma vez que tudo começou com as acusações de um menino. Agora, com o único testemunho , eu gostaria de apresentá-lo com outro ponto de vista que lhe trará a verdade sobre as alegações de abuso infantil contrs Michael Jackson como eu testemunhei de dentro dos muros do acampamento dos acusadores.
Todas as informações contidas neste livro é do meu conhecimento pessoal, com base no que eu testemunhei e muita coisa está disponível a partir de registros públicos - também sobre os meus direitos da Primeira Emenda - Liberdade de Expressão.
Não estou divulgando nenhuma informação que está sob proteção advogado / cliente privilégio. É a minha posição de que a relação advogado / cliente não foi ética e não oferece proteção baseada no seguinte: a protecção que é concedida à relação advogado / cliente é baseada na suposição de que advogados são consultados com a finalidade da atividade ética e legal, em vez de criar meios para quebrar a lei. Quando a confiança fundamental da sociedade em advogados é violada, assim também é a proteção que o privilégio de advogado / cliente proporciona, e esse privilégio não é mais aplicável. O privilégio de advogado-cliente foi concebido para facilitar a administração da justiça, não para frustrá-la.
Além disso - nada contido neste livro é destinado a lançar uma sombra de dúvida sobre a competência de nosso escritório Procurador do Distrito, nossos departamentos de polícia, o Departamento de Serviços para Crianças, psiquiatras e / ou da mídia. As referências feitas neste livro sobre as agências acima mencionadas são referenciados apenas para dar conta do que realmente aconteceu durante o caso. De forma alguma eu gostaria de lançar dúvidas sobre sua competência e / ou credibilidade.
Agradeço a Deus por tantos homens e mulheres que trabalham para a Promotoria, o departamento de muitas agências de polícia, o sistema do tribunal, o Departamento de Serviços para Crianças, os psiquiatras e os meios de comunicação. É um esforço conjunto em todas as suas peças que mantem a nossa segurança nas ruas no dia-a-dia. Apesar de eu fazer comentários fortes sobre a entrega do presente caso, devo ressaltar que todos eles estavam operando sob a crença de que um crime contra uma criança tinha sido realmente cometido. Enquanto aplaudo os seus esforços na busca de justiça, parece que muitos deles foram pegos no frenezy de não querer sair quando não foram encontradas evidências para se apoiar.

É óbvio que qualquer pessoa que esteja na posição que ela esteve, convivendo e presenciando acontecimentos que ela sabia serem graves, não vai sair escrevendo um livro incendiário. O que ela se propôs foi dar o seu testemunho em prol da VERDADE, que é a total INOCÊNCIA de Michael.
Como ela disse no livro e em entrevistas, desde o começo sabia de que se tratava de uma extorsão. 
A descrição que ela faz de Barry Rothman fala por si.

***** 
TÓPICOS RELACIONADOS


2 comentários:

  1. oi amiga.. no dia de hoje havia varios comentarios teus na minha pagina, e eu nao soube em qual deles te responder, para que nao se perdesse..
    ....................................

    se vc quiser uma cópia da postagem sobre a africa para colocar no teu blog, me diz que te passo por email.
    ....................................
    entao vc gostou da pagina da obra musical? que bom... se o tempo permitir, vou colocar mais uma, no dia do aniversario do mike..é trabalhoso, mas vai valer a pena..
    ...................................
    ..e obrigada pelas tuas palavras, em geral.
    (estou ouvindo neste momento um cd com a seleção do jackson five - eu amo!!)
    bjoka Rosane

    ResponderExcluir
  2. Oi amiga. Eu queria, sim, uma cópia sobre a África. Aquela reportagem é uma preciosidade.
    A página da obra musical também ficou show de bola. Faz sim a que você está pretendendo.
    Eu também estou numa luta aqui para fazer as minhas Vale muito a pena e esse gostinho não tem preço, só nós sabemos o orgulho e a satisfação que é.
    Eu estou fazendo uma seleção de músicas para mim também. Uma vez eu fiz dois cds, mas um deles deu problema. Agora estou fazendo de novo no mp3.
    Bjs prá ti também.

    ResponderExcluir