Os conteúdos expostos nesta página não têm fins lucrativos. Tem como único objetivo defender a inocência de Michael Jackson.

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

DECLARAÇÃO DE DEFESA DE MICHAEL EM 1993 - CASO J. CHANDLER

"Andam relatando muita coisa nojenta recentemente a respeito de alegações de comportamento impróprio da minha pessoa. Esses relatos a meu respeito são totalmente falsos!
Como eu já tenho dito desde o início, espero sair o mais rápido possível dessa horrorosa experiência a qual me submeteram.
Eu não vou responder a todas as falsas alegações contra mim, já que meus advogados me disseram que essa não seria a maneira correta de se fazer.
Devo dizer que estou particularmente chateado com esta bagunça, essa terrível bagunça da mídia.
A cada oportunidade, a mídia tem dissecado e maanipulado as alegações. para chegarem a sua própria conclusão.
Eu peço a vocês que esperam e ouçam a verdade antes de me condenarem!
Não me tratem como criminoso porque sou inocente!
Fui forçado a me submeter a um exame humilhante e desumano pelo Distrito de Santa Bárbara e pelo Departamento de Polícia de Los Ângeles no início da semana.
Eles têm um mandado que os permite examinar e fotografar meu corpo, inclusive meu pênis, nádegas, peito, coxas e qualquer outra área que quiserem.
Supostamente, eles procuravam por qualquer descoloração, manchas, qualquer evidência de uma doença que ataca a cor da pele, chamada vitiligo, da qual eu já comentei anteriormente.
Também me aconselharam a cooperar com os exames do meu corpo, devido a posição deles, de determinar a condição de minha pele,  se eu tenho mesmo ou não vitiligo ou qualquer outra desordem da pele.
Também me deixaram claro que eu não tinha o direito de negar os exames e fotos. E, se eu não cooperasse com eles, eles apresentariam minha negação a um julgamento como indicação de minha culpa.
Foi a experiência mais humilhante que eu já passei na minha vida, pela qual nenhuma pessoa jamais deveria sofrer.
E, mesmo depois de passar por esse ultraje, das pesquisas, as partes envolvidas ainda não estavam satisfeitas, queriam tirar ainda mais fotos.
Foi um pesadelo, pesadelo horrível!
Mas, se é isso que eu devo enfrentar para provar minha inocência, minha total inocência... então, que seja!
Durante toda minha vida, tenho apenas tentado ajudar milhares e milhares de crianças para que elas tenham vidas felizes. Me traz lágrimas aos olhos quando vejo uma criança sofrendo.
Não sou culpado destas alegações!
E se eu sou culpado de qualquer coisa, é de dar tudo o que eu podia para ajudar crianças do mundo inteiro.
É de amar crianças de todas as idades e raças...
É de ganhar alegria e felicidade, ao ver crianças com suas inocências e rostos sorridentes...
É de aproveitar através delas a infância que eu perdi...
Se eu sou culpado de qualquer coisa, é de acreditar no que Deus diz sobre as crianças.
'CRIANÇAS QUE SOFREM, VENHAM ATÉ MIM. E NÃO AS PROÍBAM NO REINO DE DEUS'
De jeito nenhum, eu afirmo que sou Deus! Mas eu tento, sim, ser como Deus no coração.
Sou totalmente inocente de qualquer ato ruim. E eu sei que todas estas alegações terríveis serão esclarecidas falsas.
Novamente, a meus aamigos e fãs, agradeço muito por todo apoio.
Juntos, nos veremos através de tudo isso até o final.
Eu amo muito vocês e que Deus abençoe a todos!
Amo vocês"
VÍDEO
video

Um comentário:

  1. Pobre Michael.
    Como foi injustiçado e humilhado.
    Mas o remorso dói. Haja visto o suicídio do autor da acusação quando foi noticiada a morte de Michael.
    Como é nojento a busca por dinheiro que algumas pessoas fazem, sem se importar em destruir, pisar,maltratar.
    No caso de Michael, o importante é que a verdade prevaleceu, mas já tinha feito muito estrago na vida e na saúde dele.
    Peço à Deus que o abençoe.

    ResponderExcluir